Pesquisadores quebram recorde de capacidade de transmissão de dados por fibra óptica

Por carambola.com.vc - 29/06/2015

Pesquisadores do Instituto Qualcomm de San Diego, nos Estados Unidos, publicaram um estudo na revista Science detalhando o processo que os levou a quebrar o recorde de capacidade de transmissão de dados por fibra óptica. A descoberta pode ajudar a melhorar a qualidade da internet banda larga no futuro, bem como oferecer acesso à web em locais remotos.

Na transmissão de dados, considerando envio e recebimento, quanto maior for a quantidade, mais distorcido será o resultado. Em certo ponto, as informações já não podem mais ser interpretadas por um receptor. O que os pesquisadores conseguiram fazer foi aumentar em 20 vezes a capacidade do sinal óptico, que atingiu 7 400 milhas (11 909 km) de distância sem precisar de um repetidor, um aparato de alto custo para as operadoras.

Para chegar a esse feito, foram usados os chamados “pentes de frequência” (“frequency combs”). O que eles fazem é manter as distorções de sinal previsíveis. Com isso, a capacidade das redes de fibra óptica pode ganhar um aumento substancial em termos de qualidade.

Nikola Alic, o professor à frente da pesquisa, disse que as redes atuais de fibra óptica são como areia movediça: quanto mais você luta, mais rápido você afunda, fazendo referência ao fato de que quanto mais dados houver na transmissão, mais distorção será registrada.

“Quanto mais potência você adiciona ao sinal, mais distorção você terá, com efeito, impedindo um alcance mais longo. Nossa abordagem remove esse limite de potência, o que, por sua vez, estende o quão longe os sinais podem viajar por fibra óptica sem a necessidade de um repetidor”, afirmou Alic.

Entre a descoberta e uma mudança na velocidade ou qualidade da sua internet, ainda há muito trabalho a ser feito. Mas o resultado da pesquisa mostra que os limites estão, na verdade, na nossa imaginação, como aponta o Gizmodo.


 

Via INFO