Diversidade

Conheça 5 mulheres importantes para a tecnologia!

mulheres importantes na tecnologia

Empresas do segmento da Tecnologia têm valorizado a diversidade no seu quadro de funcionários, promovendo um movimento de inclusão social em um mercado ainda predominantemente masculino. Para quem se interessa pelo segmento, vale a pena conhecer trajetórias de sucesso e acompanhar o aumento da representatividade feminina. Inspire-se com cinco mulheres importantes que superaram as barreiras de gênero de suas épocas e fincaram seu nome na história. Confira:

1. Ada Lovelace (1815 – 1852)

Considerada por muitos como a primeira programadora do mundo, filha do poeta romântico Lord Byron e da matemática Annabella Milbanke, a inglesa via na Matemática a linguagem ideal para explicar os eventos na natureza.

Ada percebeu que máquinas de calcular poderiam processar mais do que números e traçou os conceitos fundamentais da computação moderna. Em pleno século 19, questionava-se se máquinas poderiam pensar de maneira autônoma — tema mais atual do que nunca.

2. Dorothy Johnson Vaughan (1910 – 2008)

Graduada em Matemática e especialista em Computação, integrou a Nasa — agência precursora da NASA. Expert em computação eletrônica, programação e processo operacional da primeira máquina da IBM usada pela agência governamental.

Foi chefe da West Area Computers, uma seção da Nasa composta apenas por matemáticas afro-americanas. Seu trabalho pode ser assistido no drama biográfico “Estrelas Além do Tempo”, longa lançado no Brasil no início de 2017.

3. Grace Hopper (1906 – 1992)

Analista de sistemas e oficial da Marinha dos Estados Unidos, programou, ao lado de Howard Aiken, o Mark I (primeira calculadora digital de larga escala, desenvolvida por meio de uma parceria da Universidade de Harvard com a IBM).

Criou a linguagem de programação Flow-Matic (a primeira adaptada para o inglês), a qual serviu de base para a linguagem Cobol (ainda usada em bancos de dados comerciais). Também é considerada autora do termo “bug” (erros em códigos-fonte).

4. Edith Clarke (1883 – 1959)

Foi a primeira engenheira elétrica dos Estados Unidos e primeira professora a lecionar Engenharia na Universidade do Texas, formada em Matemática, Astronomia e Engenharia Civil, com mestrado em Engenharia Elétrica, pelo Departamento de Engenharia Elétrica e Ciências da Computação, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Sua primeira patente (1921) foi a de uma calculadora gráfica, com soluções mais eficientes para os problemas na transmissão de energia elétrica. Em 2015, entrou para o National Inventors Hall of Fame.

5. Carol Shaw (1955)

Reconhecida como a primeira mulher a trabalhar em uma empresa de videogame — no caso, a norte-americana Atari. Exercia o cargo de engenheira de software e integrou o projeto Atari Basic Reference Manual.

Posteriormente, contratada por outra empresa do setor, a Activision, trabalhou como designer de games e participou do lançamento do jogo River Raid. Foi responsável pelo desenvolvimento do primeiro sistema de geração procedural de conteúdo (com fases randômicas, na qual uma nunca é igual à outra).

Em um cenário em que os projetos são cada vez mais complexos e exigem a análise de uma série de variáveis, muito além de dados estruturados, o número de mulheres, inclusive em cargos de liderança, vem aumentando.

Ainda que a expansão inclusiva venha, ao longo de séculos, caminhando a duros passos, é incontestável. Mulheres importantes marcam seus nomes em todas as áreas e, na Tecnologia, não é diferente.

Para ficar por dentro das novidades do setor e de oportunidades de crescimento, siga-nos no FacebookYouTubeInstagramTwitterLinkedInPinterest e no nosso blog!

Sobre o autor

Carambola Tecnologia

Deixar comentário.